Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 08/07/2015 - 00:33:46 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

Em Ji-Paraná - Ni do 2º BPM e Rádio Patrulha recupera cerca de R$ 30 mil reais de relógios que foram furtados de relojoaria em Jaru

 

Há menos de 15 dias, durante a madrugada, vários indivíduos arrombaram uma relojoaria no município de Jaru e subtraíram cerca de R$ 200 mil reais em produtos, entre relógios e joias. Depois deste furto, começou uma onda de arrombamentos em vários municípios da Região Central do Estado.

 

 De posse de algumas informações, o Núcleo de Inteligência do 2º BPM, em Ji-Paraná, recebeu informações de que uma foragida da justiça estava escondida em uma residência no final da Rua T-14, no bairro Val Paraíso e que nesta casa haviam vários produtos de procedência duvidosa, pois naquele local funcionava uma suposta “Boca de Fumo”.

 

Com o apoio das Guarnições de Rádio Patrulha, os Policiais entraram na residência e, com a autorização do proprietário, identificado como Jessé Morais Santiago, de 30 anos, começaram a fazer uma busca minuciosa. Durante a revista, os PM’s encontraram uma mochila escondida em cima de um guarda-roupas contendo vários relógios com etiquetas da relojoaria de Jaru.

 

 Diante do flagrante, Jessé confessou que pagou a importância de R$ 1.500,00 pelos relógios de uma pessoa desconhecida. Jessé ainda confirmou que sabia sobre a procedência ilícita dos relógios, pois o mais barato custa em média R$ 800,00.

 

 Logo em seguida, os PM’s foram até a residência de outro suspeito, já bem conhecido da Polícia, identificado como Wellington Santos Da Rocha Oliveira, de 23 anos, vulgo “De Menor”. Em sua residência, localizada na Rua Beija Flor, no bairro Boa Esperança, os policiais encontraram mais relógios furtados, várias peças de roupas furtadas de uma loja na cidade de Ouro Preto e meio tablete de maconha. “De menor” também confessou que comprou os produtos pelo valor de R$ 500,00 e sabia sobre a procedência ilícita.

 

 De acordo com a Polícia, os dois suspeitos já possuem uma extensa ficha criminal e os produtos recuperados ultrapassam a quantia de R$ 30 mil reais.

 

 Os suspeitos foram ouvidos e flagranteados na delegacia pelo crime de Receptação. Eles permanecerão presos até o pronunciamento da justiça.

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades