Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 11/05/2016 - 11:12:50 | INFORMATIVO ASTIR

 

CLÍNICA GERAL II – Médica da Astir orienta sobre diarréias em crianças

 

Médica Sandra Nina

Médica Sandra Nina

 

“As diarréias nem sempre são provocadas por bactérias (infecções bacterianas), na maioria das vezes é viral e não necessitam de antibióticos, apenas hidratação e medicamento apropriado; apenas o médico poderá avaliar se a criança é portadora de infecção ou não”, disse a médica.

 

Crianças com história de febre por mais de 3 dias, desarranjo intestinal freqüente, os pais devem procurar orientação médica o quanto antes.

 

O médico é o único profissional de saúde habilitado para promover a consulta, solicitar exame de fezes (EAS), hemograma completo e outros que entender que sejam necessários.

 

Sandra pede aos pais que evitem dar medicamentos sem receita médica, remédios caseiros, sobras de medicamentos, entre outros, o que pode ser prejudicial à saúde da criança; alguns pacientes apresentam resistências até de antibióticos, pois quando vêem ao consultório o nosso diagnóstico fica prejudicado devido, provavelmente este pequeno paciente tenha tomado algum medicamento incorreto; então todo cuidado é pouco, na suspeita o médico deverá ser consultado.

 

2

 

O diretor executivo da Astir, CB PM Alan Mota, fala que diariamente no ambulatório, profissionais médicos estão prontos para atender pacientes de qualquer idade e em caso de urgência e emergência o serviço de pronto atendimento funciona 24 horas, 7 dias por semana, com equipe de enfermagem, leitos de observação, leitos no Hospital Tiradentes, medicamentos e material penso, medicamentos a disposição dos médicos e enfermeiros, técnico de raios-x, biomédico, fisioterapeuta de sobre aviso e se for o caso o médico poderá encaminhar o paciente aos hospitais e clinicas credenciados. “Trabalhamos incansavelmente a serviço da vida”, concluiu Alan.

 

 

Texto e fotos: Wilson Souza

Fonte: Sandra Nina (médica)/ CB PM Alan Mota

 

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades