Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 05/10/2016 - 00:29:20 | URUPÁ

 

PM e PC se antecipam e prendem quadrilha que planejava praticar roubos na região de Urupá - VIDEO

 

Nesta terça-feira, dia 04, três jovens Jiparanaenses e quatro pessoas de Urupá, entre elas, duas mulheres e uma adolescente de 16 anos, foram presas em uma casa com duas armas de fogo e diversos produtos roubados. A Polícia acredita que uma das armas encontrada foi usada em um homicídio em Ji-Paraná, ocorrido no bairro São Francisco , no último dia 25.

 

A Operação em conjunto entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, iniciou logo após várias denúncias de populares informando que dois jovens estranhos estavam na cidade colhendo informações sobre donos de caminhonetes.

 

Com o apoio dos Policiais Militares do Serviço Reservado do 2º BPM, Policiais Militares de Urupá e Policiais Civis do Sevic dos municípios de Urupá, Ji-Paraná e Alvorada, os dois suspeitos foram identificados e monitorados o tempo todo, até chegar no possível esconderijo, sendo uma residência, localizada na Rua Otavio Pedro de Oliveira, no bairro Novo Horizonte, no município de Urupá/RO.

 

Dentro da casa, os policiais encontraram três homens, todos com passagens pela polícia e moradores de Ji-Paraná, identificados como: Luciano Armani Dos Santos, 33 anos; Ebert Borges De Souza, 23 anos e Carlos Adriano Dias Pereira, 24 anos, e três mulheres, identificadas como: Josiane Freitas Ramos, 24 anos, inquilina da residência; Jaqueline Francisco da Cruz e uma adolescente de 16 anos.

 

Durante uma busca minuciosa, os policiais acabaram encontrando duas armas de fogo escondidas no forro da casa e vários objetos e joias de procedência ilícita. A Polícia acredita que uma delas, um revólver calibre 38, pode ter sido usada no homicídio onde uma aposentada foi morta com um tiro na cabeça disparado pela Flavia Luzia Borges, que já se encontra presa.

 

Enquanto as equipes realizavam as buscas na casa, um indivíduo abriu o portão para entrar e ao ver os policiais, saiu em desabalada carreira. Ele foi perseguido por toda a cidade e preso na RO indo para Alvorada. Ele foi identificado como sendo Valmir do Nascimento Melo, de 34 anos, vulgo “Nina”, apenado do regime aberto com uso de Tornozeleira Eletrônica.

 

Os presos negaram que estavam na cidade para cometer roubos e não quiseram falar com a imprensa a respeito das armas.

 

 

A Polícia pede a quem reconhecer qualquer um destes objetos apreendidos ou as pessoas conduzidas, comparecer imediatemente na delegacia mais próxima de sua residência.

 

 

 

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades