Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 17/11/2017 - 16:21:25 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

Delegacia de Homicídios prende dois suspeitos de assassinatos e apreende dinheiro e drogas, em Ji-Paraná

 

Logo nas primeiras horas desta sexta-feira, dia 17, Policiais Civis da Delegacia de Homicídios, em Ji-Paraná, com apoio de Policiais Militares e Policiais Civis de Presidente Médici, cumpriram três Mandados de Busca e Apreensão e Prisão Preventiva, nas casas de dois suspeitos de terem praticado homicídios no mês de outubro. Na ação, sete pessoas, entre eles um adolescente, foram presos.

 

Material apreendido com suspeitos em Ji-Paraná (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

Material apreendido com suspeitos em Ji-Paraná (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

 

 

 

“BOCA DO BRUNO”


Na primeira casa, conhecida como “Boca do Bruno”, localizada no bairro Primavera, a equipe encontrou várias parangas de Crack e um montante em dinheiro miúdo, totalizando a quantia aproximada de R$ 8 mil reais. Também foi apreendido diversos produtos de procedência ilícita e uma motocicleta Honda Bros, que possivelmente foi usada em um homicídio. O proprietário da casa, identificado como Alverine Henrique de Oliveira, falou que estava apenas de passagem pela cidade e negou o Tráfico de Drogas.

 

Segundo o delegado titular da Homicídios, Cristiano Mattos, no dia 19 de outubro deste ano, Alverine Henrique ou “Bruno” como é conhecido entre os usuários de drogas, matou um casal no bairro Primavera, a poucos metros de sua residência, por causa de uma dívida de drogas. “Ouvimos testemunhas e foi identificado que as vítimas tinham uma dívida de droga com o suspeito. Ele mora bem próximo ao local onde as vítimas estavam e tem um ponto de vendas de drogas. Ele atirou à queima roupa”, explica o delegado.

 

Clique no título abaixo e relembre o crime:

 

Notícia publicada em 19/10/2017 - 20:09:46 JI-PARANÁ - Casal é morto a tiros no bairro Primavera durante a madrugada

 

 

 

 

 

 

 

FURTO DE GADO

 

O segundo suspeito preso por força de uma Prisão Preventiva, identificado como Renato Ferreira da Silva, de 28 anos, vulgo “Renatinho”, velho conhecido no meio policial pela prática de Homicídio, Roubos e Tráfico de Drogas, que foi preso armado no final do mês passado dentro de uma caminhonete furtada, estava em sua residência e não resistiu à prisão.

 

De acordo com o delegado, Renato ou “Renatinho”, assassinou seu comparsa de crime, conhecido como “Amós”, após um desentendimento relacionado a um furto de gado.  “Ao que tudo indica, eles eram parceiros em furto de gado. Em razão da desavença relativa à partilha do produto furtado, ele teria matado o comparsa”, explica o delegado.

 

Clique no título abaixo e relembre o crime:

 

Notícia publicada em 26/10/2017 - 15:53:21  Ex-presidiário bastante conhecido no meio policial é morto com tiros de espingarda, em Ji-Paraná - MATÉRIA COMPLETA

 

O delegado também informou que a arma utilizada para matar o ex-presidiário Amós, sendo uma espingarda, foi apreendida durante uma prisão que aconteceu no dia 27 de outubro, onde “Renatinho” estava andando tranquilamente em uma caminhonete furtada. Neste dia, os Policiais Civis do Sevic apreenderam três armas de fogo.

 

Clique no título abaixo e relembre o crime:

 

Notícia publicada em 27/10/2017 - 14:11:51  Polícia recupera caminhonete que foi furtada pelo próprio filho e prende suspeitos com armas de fogo, em Ji-Paraná

 

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades