Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 30/05/2018 - 20:27:00 | VILHENA

 

Suspeito de matar caminhoneiro com pedrada na cabeça é preso, diz ministro

 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou na noite desta quarta-feira (30) que o suspeito de matar o caminhoneiro com uma pedrada na cabeça foi preso em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho.


O ataque contra o idoso aconteceu durante a tarde, quando o condutor seguia sentido Comodoro (MT).


Segundo Jungmann, durante coletiva de imprensa em Brasília (DF), o principal suspeito estava prestando depoimento e o chefe do grupo, que provocou a mobilização, também estava sendo ouvido por policiais federais em Vilhena.


O ministro classificou a morte do caminhoneiro como trágica e desumana. "Esta tragédia não deveria ter acontecido no movimento, que começou de forma justa", diz.


Jungmann ressaltou que o caso de Vilhena está sendo acompanhado pelas autoridades em Brasília.

 

"Esta violência é um exemplo trágico do equívoco da violência política. Aqui fica um aviso: aqueles que cometeram este crime de Vilhena serão punidos na forma da lei. E todos aqueles que cometerem crimes desta forma serão punidos, pois é preciso fazer justiça", afirma.

 

 

Segundo informações iniciais da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo de José estaria passando pela rodovia, quando uma pessoa em um carro de passeio arremessou a pedra contra o parabrisa, que atravessou o vidro e atingiu a cabeça da vítima.

 

Matéria:G1

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades