Notícia publicada em 13/07/2018 - 15:04:57 | GERAL

 

Batalhão Ambiental completa 33 anos e apresenta números positivos na preservação da fauna da flora e dos recursos naturais

 

 

Nos 33 anos de criação do BPA – Batalhão de Polícia Ambiental, oficiais, praças e servidores civis da Polícia Militar, empresários e pessoas que contribuíram com a atuação do Batalhão foram agraciados com a Medalha do Mérito Batalhão Ambiental, concedida pelo comandante geral da Corporação, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, com indicação do major PM Washington Comandante do BPA. A solenidade aconteceu na terça-feira, 10, no teatro Banzeiros, em Porto Velho.

 

O Secretário de Segurança Defesa e Cidadania coronel PM RR Ronimar Jobim lembrou do trabalho dos integrantes do Batalhão que por vezes têm que atuar em lugares inóspitos e longínquos das sedes do Batalhão e Unidades dentro do Estado. Com a força dos jovens e a experiência dos mais antigos, disse, o Batalhão se consolida na missão de preservar o meio ambiente na sua totalidade. “Seus integrantes dão exemplo de ética, conduta moral, forjada em cada difícil experiência que se apresenta no dia a dia.

 

Já o coronel PM Ronaldo observou que os integrantes do Batalhão são policiais militares altamente treinados e especialistas nas funções desempenhadas, pois atuam por vezes na terra na água e no ar. Têm reconhecimentos e respaldo do Tribunal de Justiça, Ministério Público e demais autoridades porque atuam rigorosamente dentro da Lei. Respeitam o meio ambiente porque sabem da importância na preservação das espécies  vencendo obstáculos que a missão apresenta.

 

 

De acordo com o comandante do Batalhão, o BPA tem uma missão importantíssima, e  esse trabalho é extremamente complexo, dentro de um bioma amazônico, cuja fauna, a flora, e os recursos minerais, sofrem exploração ilegal, em razão do alto valor econômico. Rondônia tem mais de 40 reservas ambientais, terras Indígenas, e a sua preservação está intimamente ligada à nossa atividade. O BPA atua em todo o Estado, com um efetivo de 205 policiais militares, e além da sede em Candeias, tem subunidades em Jacy-Paraná, Guajará-Mirim, Machadinho do Oeste, Ji-Paraná, Alta Floresta e Vilhena.

 

O major PM Washington, informou que na lavratura do TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrências, nos crimes de menor potencial ofensivo, cujos resultados atingem nesta data 440 lavraturas, economizando mais de 44 mil km em deslocamento de viaturas somente para as Delegacias de Polícia Civil.

 

Essa providência, trouxe ao BPA uma atuação arrojada e dinâmica, sobretudo durante missões em locais isolados, cujo tempo de registro levava horas, atualmente é possível lavrar um TCO e prosseguir nas atividades.

 

Nas atividades de educação ambiental para crianças, jovens e adultos, buscando resultados à médio e longo prazo, a fim de, por meio de conscientização, garantir que às gerações futuras tenham acesso aos recursos naturais que hoje conhecemos.

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades