Notícia publicada em 17/09/2018 - 22:12:39 | SÃO MIGUEL

 

Polícia Civil elucida homicídio de camponês ligado à LCP em Seringueiras/RO

 

A Polícia Civil elucidou duplo homicídio, um consumado e outro tentado, ocorridos no dia 22 de julho deste ano, na Linha 14, km 01, no município de Seringueiras/RO, que teve como vítimas Ismauro Fátimo dos Santos e sua filha, uma adolescente de 16 anos de idade, a qual sobreviveu ao atentado.

Conforme investigações, a principal motivação do crime teria sido um desentendimento entre a vítima ISMAURO, vulgo “PARANÁ” e o suspeito CLAUDEIR, vulgo “POLACO”, ambos integrantes da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), este último apontado como sendo um dos líderes do acampamento existente na Fazenda Bom Futuro, em Seringueiras/RO.

A discussão teria ocorrido em razão de a vítima ter sido contra a extração ilegal de madeiras praticada no interior do acampamento, comandada por Claudeir, em desacordo com as regras da LCP. Já LEONARDO, braço direito de CLAUDEIR, teria sido o executor do crime.


Do crime

No 22/07/2018, por volta das 14h, a vítima retornava para o acampamento da Fazenda Bom Futuro, em veículo Pálio, juntamente com sua filha e mais duas pessoas, e após saírem da BR 429 e trafegarem cerca de 500 metros pela linha 14, foram acompanhados por dois indivíduos em uma motocicleta, ocasião em que o carona efetuou vários disparos de arma de fogo contra o veículo da vítima, que atingiram ISMAURO e sua filha, tendo aquele vindo a óbito ainda no local dos fatos, ao passo que sua filha foi encaminhada para o Hospital Regional de Cacoal em estado gravíssimo. Após o crime os suspeitos evadiram-se pela linha 14, sentido Fazenda Bom Futuro.

No curso da investigação, foi representado pela prisão temporária do suspeito CLAUDEIR, cujo mandado de prisão foi cumprido no dia 17/08/2018. Claudeir já responde processos criminais pela prática de outros crimes, inclusive, estava submetido ao uso de tornozeleira eletrônica.

Após 30 dias de intenso trabalho investigativo a polícia civil concluiu o inquérito policial e remeteu ao Judiciário e Ministério Público da comarca de São Miguel do Guaporé/RO, tendo o Promotor de Justiça local oferecido a denúncia e pedido a prisão preventiva de ambos os suspeitos. A denúncia foi recebida pela Juíza, Dra. Ligiane Zigotto Bender, que decretou a prisão dos acusados.

O suspeito LEONARDO DE SOUZA SILVA, vulgo “CORINGA”, “LÉO”, é considerado foragido pela polícia, visto que, após o crime, não foi localizado.

O Delegado de Polícia Hazael Francisco dos Santos, titular de Seringueiras informou que a imagem dos investigados está sendo divulgada para que a população possa ajudar sobre o paradeiro de Leonardo pelo disk denúncia no número 197 da Polícia Civil.

O Delegado Regional Fred Matos que também participou das investigações disse que a polícia civil vem trabalhando incansavelmente na Região do Vale do Guaporé, buscando trazer maior segurança à população, principalmente em região em que há conflito agrário.

 

 

Claudeir Cleres Barros está preso preventivamente enquanto  Leonardo de Souza Silva é considerado foragido.

 

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades