Notícia publicada em 26/09/2018 - 08:34:14 | ELEIÇÕES 2018

 

Senador do Bolsonaro quer reajuste do salário mínimo e corte de mordomias a políticos

 

Em discurso, Jaime Bagattoli diz que é ilógico salário mínimo custar menos de R$ 1 mil enquanto a população garante R$ 5 mil de auxílio paletó


O candidato ao Senado, Jaime Bagattoli (PSL) participou na tarde deste domingo, 23, de uma carreata no município de Guajará-Mirim. O evento reuniu centenas de pessoas em apoio à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da república e também aos candidatos do PSL em Rondônia. Já na concentração, o Senador do Bolsonaro em Rondônia cumprimentou as pessoas e recebeu apoio da comunidade.


O comerciante Antônio Carlos Gouveia disse que Bagattoli conquistou seu voto pelo jeito sincero com que fala e por sua meta caso eleito. “O brasileiro não aguenta mais tantos impostos. Pra se ter uma ideia, a gasolina passa por Guajará, vai pra Bolívia e ainda assim lá é comercializada por R$ 1,50. Isso é um absurdo. Precisamos de mais dignidade”, disse.


Em sua fala no fim da carreata, Jaime Bagattoli relembrou que os brasileiros não devem mais aceitar as mordomias da classe política. “Somos obrigados a aceitar um salário mínimo que não chega a R$ 1 mil por mês enquanto os políticos recebem auxílio paletó de R$ 5 mil. Isso é um absurdo e não podemos mais aceitar esse tipo de abuso”, discursou.
Jaime segue sua agenda com compromissos na região central do estado onde se reúne com produtores locais.

 

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades