Binho
Binho
MFM
MFM
Voltar Publicada em 17/02/2021 | Política

Justiça sequestra parte do salário do prefeito Isaú Fonseca


Na última semana o juiz Marcos Alberto Oldakowski, da 5º Vara Civil de Ji-Paraná, determinou o bloqueio mensal de 30% do salário líquido do prefeito Isaú Fonseca, - MDB – para pagar uma dívida antiga que hoje soma R$ 77.247,24 e resulta de uma indenização por danos morais contra a médica Gilka Lamego. Entretanto, essa recebeu a indenização, quem ficou no prejuízo foi Leuci Enéias Mileski, empresário de revenda de veículos e que, no passado era amigo do prefeito e depois moveu a ação.

O salário liquido do prefeito está na casa de R$ 10 mil. Serão descontados média de R$ 3 mil por 26 meses.

A ação é do ano de 2009. Á época, por qual motivo não descobrimos, morreu um funcionário da Câmara de Vereadores e o corpo precisou ser exumado – motivos que não descobrimos – Gilka era médica legista e o horário marcado foi tarde da noite. Devido às condições, ela não compareceu.

No outro dia, na imprensa, o então vereador Isaú Fonseca xingou a médica. Usou palavras "pesadas", quando ela moveu a ação de indenização por danos morais.

Na ocasião assinou a ação o advogado Carlos Luiz Pacagnan que teve sentença positiva transitado em julgado.

Entretanto, com o mandato cassado Isaú não tinha também nenhum imóvel em nome dele. Por anos o advogado tentou receber, como consta nos autos no Tribunal de Justiça.

Depois, em uma das eleições, foi declarado um lote rural em Ouro Preto pelo candidato. De imediato foi pedida a penhora. Porém, quando saiu a decisão de penhora constava que Isau havia vendido o lote para o amigo Leuci.

Leuci afirmava que não tinha como entregar, pois a terra era dele. O advogado recorreu.

Possivelmente como os argumentos não se sustentavam no Tribunal, o empresário resolveu quitar a dívida com a médica Gilka Lamego e ela desbloqueou a terra.

Sem receber de Isaú, ele recorreu ao judiciário ganhando decisão de pagamento que ainda não foi cumprida, quando o advogado Carlos Luiz Pacagnan Jr entrou no judiciário pedindo o bloqueio do salário.

A defesa de do prefeito pode recorrer da decisão. 

 


 

Fonte: pronoticias

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Publicidade
Top motos interno
Top motos interno
Publicidade
Ji-Ferro
Ji-Ferro
Gráfica Center
Gráfica Center
Inviolável
Inviolável