Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Parceiros

Notícia publicada em 07/10/2016 - 15:55:30 | GUAJARÁ MIRIM

 

Jovem de 22 anos é preso e confessa ter matado servidor público em Guajará-Mirim

 

Uma rápida ação da Polícia Civil e Militar em Guajará-Mirim conseguiu prender Américo Carneiro de Souza Neto, 22 anos, que confessou ter matado o servidor público e musicista Márcio Paz Menacho, 45 anos, assassinado com um tiro no rosto nesta quarta-feira (05), ao reagir a um assalto. A vítima era servidor público e atuante no Boi Bumbá Flor do Campo. O crime comoveu a cidade na fronteira com a Bolívia.

 

De acordo com a Polícia, Américo foi preso em uma casa na manhã desta quinta-feira (06). No local, ele havia deixado a moto roubada do servidor público. Disse em depoimento que passou a noite em um motel e que comprou a arma usada no crie, por R$ 100 na Bolívia.

De acordo com relatos obtidos pelo Jornal O Mamoré, citando fontes policiais, Américo confessou que transitava em uma bicicleta vermelha pela Avenida Antônio Correia da Costa, com o revólver na cintura, à procura de uma vítima. Ao passar em frente à residência do servidor público viu as duas motocicletas na varanda. Escondeu a bicicleta em um matagal na esquina, foi até a casa da vítima, aproveitou o descuido de Márcio e o surpreendeu anunciando o assalto. Afirmou ainda que trancou Márcio, a esposa e o filho em um quarto, mas a vítima teria saído e tentado evitar o assalto. O bandido disse que disparou duas vezes e em seguida fugiu.

 

Matéria:Rondoniagora

Fotos: www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades